Acidente trágico na BR-230 entre São Mamede e Santa Luzia deixa 13 mortos e dois feridos.

Uma tragédia de grandes proporções foi registrada na noite deste domingo na BR-230, no KM 300, no trecho entre São Mamede e Santa Luzia. Uma colisão envolvendo quatro carros deixou até o momento 13 pessoas mortas. Era por volta das 21h10, quando um caminhão Mercedes Benz com placas de Custódia Pernambuco carregado de lenha teria se chocou com uma Van, de placas NQC-3724- Patos. No acidente ainda se envolveram um Pálio, placas MUJ-0414-São Mamede-PB e um segundo caminhão 24250 Volkswagem, placas NXV-7434 Caruaru-PE.
De acordo com laudo preliminar da Polícia Rodoviária Federal, feito no local do ocorrido, o acidente só ocorreu devido a uma ultrapassagem proibida.
A Van conduzida por José Torres, que morreu no local do acidente, teria ultrapassado o Palio. Ao perceber que não teria tempo suficiente para fazer a ultrapassagem com segurança, ele tentou retornar para sua via de origem e acabou colidindo lateralmente com o Palio, perdendo o controle do veículo.
Neste momento, o caminhão carregado de lenha, que vinha sentido Patos/Campina acabou colidindo com a Van que estava sem controle. A Van ficou totalmente destruída e toda a carga veio a cair sobre o veículo. O motorista do caminhão de lenha morreu no local.
O Palio acabou colidindo lateralmente com o segundo caminhão.
Os dois ocupantes do Palio Milton Escarião e seu irmão Dênis Lacerda de Araújo, ficaram feridos e foram levados para o Hospital Regional de Patos. Milton sofreu apenas ferimentos leves. Já seu irmão teve lesões mais graves, mas não corre risco de morte. O motorista do segundo caminhão saiu ileso. Ele ainda não foi identificado.
Segundo a PRF, as mortes dos 12 passageiros da Van só aconteceram devido à colisão com um misto da carga que caiu sobre o veículo. Muitos morreram esmagados no meio das ferragens.
A tragédia ocorreu quando a Van retornava para Patos levando várias pessoas que vinham da Capital do Estado. Elas retornavam de uma visita médica feita ao diácono João Batista. Todos os ocupantes da Van morreram.
Quem compareceu ao local presenciou verdadeiras cenas de terror com corpos mutilados. As cenas são de horror total.
Equipes do Samu, do Corpo de Bombeiros e da PRF chegaram rapidamente ao local, mas apenas dois foram socorridos, já que a maioria já estava morta. Alguns corpos só foram retirados das ferragens com a utilização de um alicate hidráulico.
Moradores da localidade disseram que escutaram um som parecido com um tiro, provavelmente um estouro de pneu, e quando chegaram ao local já encontraram a cena de terror. Eles, os primeiros a chegar, tentaram ajudar no resgate das vítimas que agonizavam entre as ferragens.
Parte dos corpos foram levados para Unidade de Medicina Legal em Patos e os demais, para o Instituto de Medicina Legal em Campina Grande.
Parentes estão se deslocando para Campina Grande a fim de fazer o reconhecimento dos corpos. OIML só irá divulgar a relação oficial dos mortos depois das 12h ou quando todos os corpos tiverem totalmente reconhecidos.
Alguns dos documentos estão de posse da Polícia Rodoviária Federal no Posto São Mamede. A PRF pediu também que familiares das vítimas se dirijam até o posto para reconhecer alguns pertences que puderam ser recuperados no meio das ferragens.
O laudo definitivo do acidente deve ser emitido no prazo máximo de 5 dias.

Entre os passageiros, numa relação extra-oficial, conseguimos identificar alguns deles apenas pelo primeiro nome.
– Janete da Loja Vernier em Patos
– Zé do Só Descartáveis – cunhado de Janete
– Vinicius Serrano Gurgel – Neto de Edivaldo Gurgel Patos Prev
– José Torres – motorista da Van
– Socorro Lucena – Esposa de Touro do Hospital Regional
– Terba – Assistente Social do Hospital Regional 
– Delma Brilhante – Unopar Patos
Veja Fotos :
Anúncios

2 Respostas

  1. Nada mais constrangedor do que a perca de quem amamos, pois na virada da vida terrena para a nova vida espiritual está então a nosso desencarne, onde precisamos estar preparados pra aceitar a forma como estivermos, aqui nesse momento digito com as lágriumas correndo dos meus olhos, sentindo por todos, apesar de não conhecer a todos, mas conhecendo apenas uma delas, que a Nossa Querida Delma da UNOPAR de Patos, PB, pessoa que estimava muito e que tinha um carinho imenso, eu como sempre fiz parte do corpo docente da Turma de Serviço Social que finaliza sua etapa agora em 2011, posso dizer: estou verdadeiramente chocada com tamanha tragédia, restando prestar homenagem a uma pessoa tão boa como ela, e enfim como sou conhecedora da doutrina espírita, com certeza ela estará presente nas minhas orações, a ponto de que eu lhe possa ser útil na ajuda para que repasse a seu espírito a aceitação do seu desencarne a ponto de ser auxiliada e enfim ajudada no plano onde haverá de se encontrar. A nossa querida Delma deixo a homenagem de amor, paz, luz , restituição espiritual e amadurecimento do teu espírito nesse novo plano onde quer que te encontres agora. Atenc: Sandra Rejane de B. Ricken, residente na cidade de São José do Egito PE.

    • Não há reencarnação. Os espíritos não voltam à terra. Não pode haver comunicação com os mortos. As pessoas não estão a comunicar com os mortos mas com demónios, que falam e depois fazem todo o tipo de males às pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: